16 anos de sucesso!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Dupla fará live para arrecadar recursos para a produção de máscaras faciais

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

A dupla Carvalho e Balduino fará uma live na tarde deste sábado (16), em seu canal no Youtube, para arrecadar recursos para a produção de máscaras faciais que estão sendo fabricadas na UNESP.

 

Durante a live, será exibido um QR Code que, ao ser scaneado (apontando a câmera) por quem estiver assistindo, levará direto a um site onde foi criada uma vaquinha virtual para arrecadação de recursos, onde poderão ser feitas as doações. A meta é alcançar R$ 50 mil e, por enquanto, foi arrecadado pouco mais de R$ 10 mil.

O cantor Flavio Balduino, que integra a dupla, disse que conhece uma pessoa que integra o grupo que vem produzindo as máscaras e acabou recebendo o pedido para essa live, o que foi prontamente aceito. “Nós já estávamos programando essa live e topamos que ela fosse para ajudar na produção dessas máscaras. Esperamos que a população acompanhe e colabore”, disse Balduino.

A live será transmitida no canal da dupla no Youtube (clique aqui).


Máscaras - O projeto nasceu dentro do Laboratório de Instrumentação e Engenharia Biomédica (LIEB) da UNESP de Ilha Solteira e, rapidamente, não só se estendeu para várias outras áreas da Faculdade de Engenharia, como atraiu como parceiros o Instituto Federal de Três Lagoas e as Prefeituras de Ilha Solteira e Três Lagoas. “Começamos no Laboratório de Instrumentação e Engenharia Biomédica, onde a ideia nasceu. Mas ganhou uma grande proporção, envolvendo vários departamentos, e mudamos a produção para um local mais central, dentro da universidade”, explica Ricardo Taoni Xavier, pesquisador do Laboratório de Instrumentação e Engenharia Biomédica da UNESP Ilha Solteira.

Para produzir as máscaras faciais, estão sendo utilizadas impressoras 3D que pertencem à vários departamentos da UNESP e até de alunos. Nelas, estão sendo produzidas a estrutura onde é fixada a placa de acrílico das máscaras. O material utilizado é um tipo de plástico, no qual é aplicado acetato. “Não podíamos ficar parados na quarentena, enquanto os hospitais e o SUS estão precisando de ajuda. Nós temos equipamentos, instrumentos e inteligência para isso. E assim surgiu essa união para a produção das máscaras”, disse Xavier.

O material utilizado na produção, por enquanto, é o que estava disponível nos laboratórios da universidade e de doações. Foi criada, inclusive, uma vaquinha virtual para arrecadação de recursos. Para ajudar, basta clicar aqui. “O objetivo é adquirir mais equipamentos e materiais de consumo, expandindo a produção em velocidade e volume, para atender o maior número de hospitais da região, no menor tempo possível”, afirma Xavier.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+