O mais acessado!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Porque eles querem ser prefeito de Ilha Solteira?

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Quatro candidatos disputam a Prefeitura de Ilha Solteira. Mas porque Cícero Aparecido da Silva (PTB), Edson Gomes (PP), Antônio Roberto Martins (PV) e Tasso Mariano (PEN) querem governar a cidade? É o que todos responderam para o ilhadenoticias.com.

Ao longo dos próximos dias, vamos divulgar as propostas dos candidatos para diversos temas.


Cícero Aparecido da Silva (PTB)


“Quero ser prefeito porque amo essa cidade. Amo e moro aqui há 42 anos. Tenho dó do que fizeram com Ilha Solteira. Éramos para ser a melhor ou uma das melhores cidades do Brasil. Infelizmente, como muitos Governos que por aqui passaram, que não investiram e não deixaram investir em Ilha Solteira, estamos hoje com uma cidade “capenga”, suja, com problemas em todas as áreas, como Saúde, Educação e no Transporte. Pessoas nas Rocinhas Familiares sem energia, no Ipê sem asfalto e iluminação há 20, 24 anos... Nós temos muito o que fazer por Ilha Solteira. E nós vamos fazer.”


Edson Gomes (PP)


“Eu quero ser prefeito porque Ilha Solteira vive um momento difícil. Todos são capazes, mas se houver um contratempo na gestão, Ilha Solteira se perderá. É por isso!”


Roberto Martins (PV)


“Eu quero facilitar a vida daqueles que tem dificuldade. Eu vou facilitar, por exemplo, a vida desses meninos e meninas que não podem pagar, mas pagam ônibus. Nós somos obrigados a ajudar. Porque a única coisa que salva e liberta, é a educação. Isso é seu, você não perde.
É isso que me faz lutar e me colocar à disposição. Eu falo para as pessoas que não pago churrasco, não pago cerveja. Eu vou dar 45 anos de experiência, quatro faculdades e conhecimento do mundo inteiro. Eu dou as minhas ideias. Se acharem que elas servem para alguma coisa, me confiem seu voto. Esse é o meu espírito. Vou me dedicar à população da cidade onde cresci.”


Tasso Mariano


“Primeiramente, porque eu amo a minha cidade. Sou nascido e criado aqui. Sempre tive a cidade como a minha casa e quero que ela seja a casa dos meus filhos. E, como comerciante, eu sempre me indignei com os desmandos políticos em nossa cidade. Sofremos muito, a população sofre muito. Quis sair da minha zona de conforto, para poder fazer algo de útil para nossa cidade. Para que eu possa, no final de quatro anos, deixar um legado bonito para todos.”


Quem são os candidatos a prefeito de Ilha Solteira


Cícero Aparecido da Silva
O ex-vereador Cícero Aparecido da Silva tem o apoio do PTB, PDT, PSC, PR e PMDB. O ex-vereador Herbert Luís Garcia Dias (PDT) é o seu vice.
Cícero disputa a eleição pela primeira vez pelo PTB, depois de tentar por duas vezes chegar ao Governo pelo PT. Funcionário de carreira da CESP (hoje já aposentado), teve destaque como sindicalista, foi duas vezes vereador e não ocupa cargo público desde 2004. De lá para cá, foi assessor do deputado federal Arlindo Chináglia (PT).
O ex-vereador disse que é preciso “reconstruir, o que desconstruíram na cidade”. “Esse é o grande mote da nossa campanha. Vamos colocar Ilha Solteira de volta nos trilhos”.


Edson Gomes
O ex-prefeito Edson Gomes tem o apoio do PP, PSD, DEM, PTN, PSDB, PSB e Solidariedade. Seu filho, Otávio Giantomassi Gomes (PP), é seu vice.
Edson Gomes foi confirmado candidato depois de meses de especulação, período onde ele chegou a afirmar que não iria mais disputar a eleição. Mas acabou revendo a decisão, devido ao que chamou de “clamor popular”.
O ex-prefeito disse que, se eleito, “fará um trabalho firme, com muita dedicação, para que possa dar para Ilha a posição de destaque que ela merece”.


Antônio Roberto Martins
O engenheiro Antônio Roberto Martins tem o apoio do PV, PPS, PT e PC do B. A ex-secretária de Educação, Floripes de Antiqueira, a Flora (PPS), é sua vice.
O candidato se filiou ao PV, depois de décadas de militância no PMDB (partido pelo qual disputou a Prefeitura de Ilha Solteira em 1992). Funcionário de carreira da CESP, nunca ocupou cargo eletivo em Ilha Solteira. Sua atuação sempre foi discreta e limitada aos “bastidores”. Na eleição de 2012, foi um dos principais coordenadores da campanha do ex-vereador Cícero Aparecido da Silva (novamente candidato, agora pelo PTB) à Prefeitura de Ilha Solteira.
Roberto Martins disse que a população não pode ficar amarrada a “coisas do passado” e que é preciso “caminhar para a frente”.


Tasso Mariano
O empresário Tasso Mariano tem o apoio apenas do seu partido, o PEN, que não lançou nenhum candidato a vereador. Esta é a primeira vez que um partido, desde que Ilha Solteira foi emancipada, disputa sozinho a Prefeitura e não lança nenhum candidato ao legislativo. Gustavo Dourado é o seu vice.
Mais novo entre os quatro candidatos (tem 39 anos), é bacharel em direito. Possui comércios em Ilha Solteira e Itapura.
Tasso faz sua estreia na política e nunca ocupou um cargo público. Mas afirma que está à altura para desenvolver um novo projeto e desconstruir o que chama de “velhas práticas políticas de Ilha Solteira”.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+