ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

Qual a sua avaliação do Governo Otávio Gomes?

Gás metano em área do antigo lixão não dificulta liberação de construção de novas casas, afirma Otávio

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

O prefeito Otávio Gomes (DEM) afirmou que a presença de gás metano, na área do antigo depósito de lixo, não dificulta a liberação de construção de novas casas na região. A Prefeitura, inclusive, já prepara uma nova medição no terreno.

A Secretaria da Habitação do Estado de São Paulo divulgou que gás metano foi detectado na região, o que paralisou a construção de novas casas na região. Mas Otávio, em entrevista exclusiva ao ilhadenoticias.com, disse que o gás foi detectado em um dos extremos do antigo lixão, longe da área onde a Prefeitura começou a construir casas e quer erguer novas residências. “A presença desse gás no entorno do lixão, não dificulta a liberação do Casa Paulista (programa do Governo do Estado para construção de moradias populares. Além disso, a quantidade detectada não é nociva e nem explosiva para ter preocupação”, afirmou Gomes.

Otávio disse que se reuniu com representantes da CETESB e que está mais uma leitura em todos os pontos de medição. Caso não seja detectado mais nenhum problema na área de construção das moradias, Otávio acredita que o loteamento receberá a Licença de Operação, abrindo caminho novas residências. “Após essa medição, acredito que leva um dois meses para análise do resultado. Não tendo nenhum perigo e conseguindo a liberação, vamos assinar o convênio com o Governo do Estado”, disse Gomes.

A Prefeitura vem tentando a liberação da área, para construir na região 150 unidades do “Minha Casa, Minha Vida”, do Governo Federal, e mais 450 pelo “Casa Paulista”, do Governo do Estado. A CETESB ainda não emitiu licença para a construção de novas casas, devido a possibilidade da existência de gases no local, provocados pelo antigo lixão. A Prefeitura já gastou cerca de R$ 500 mil com análises na região.


Gás metano - O metano é um gás sem cor e cheiro que, quando quando adicionado ao ar, pode ser altamente explosivo. Se inalado, pode provocar asfixia, parada cardíaca, inconsciência e até danos no sistema nervoso central.

Aqui, ele surge em função da decomposição de lixo que foi depositado durante anos no antigo “lixão”.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+