ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Otávio confirma reajuste de 3% e adia discussão sobre reposição de perdas para outubro

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Em reunião realizada na tarde desta quinta-feira (6), com representantes do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais (Sind Ilha), o prefeito Otávio Gomes (DEM) confirmou reajuste de 3% no salário dos servidores. Já a discussão sobre a reposição das perdas ficou para a segunda quinzena de outubro.

Em maio, diante de queda na arrecadação e os gastos com a folha de pagamento dos funcionários públicos comprometendo 54% do orçamento do Município, Otávio Gomes (DEM) adiou, por tempo indeterminado, a possibilidade de conceder reajuste salarial para os servidores. Além disso, cortou o pagamento de horas extras e a volta do sobreaviso.

Os gastos com a folha em Ilha Solteira extrapolaram o limite estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), obrigando Otávio Gomes a adotar medidas que buscassem a redução. Para o Tribunal de Contas, gastos com o funcionalismo público não pode ultrapassar o “limite prudencial” de 51,30%. Se o município ultrapassar este teto, passa a ter uma série de limitações.

Mas a arrecadação voltou a subir nesse quadrimestre, diminuindo o índice de gastos com a folha de pagamento (os números não foram divulgados pela Prefeitura), o que levou o Governo a voltar a discutir a possibilidade de conceder o reajuste.
Esse reajuste equivale a inflação registrada de maio de 2017 a maio de 2018. Mas os funcionários ainda tentam mais 15% de reposição, que não foram dados no primeiro ano de Otávio na Prefeitura e nos últimos anos do governo de Bento Sgarboza. No início de 2017, durante o Governo Interino de Emanuel Zinezi (DEM), a categoria teve 5% de reajuste.

Na reunião que teve com Otávio nesta quinta-feira, o Sind Ilha cobrou, além de um reajuste acima da inflação, reajuste no valor do vale refeição e um plano para reposição dos reajustes não concedidos nos últimos anos. “O prefeito disse que na segunda quinzena de outubro voltará a se reunir com o Sindicato, para discutir a reposição”, disse o presidente do Sind Ilha, vereador Valdeci Ferreira Lima.

O projero, concedendo o reajuste, deve ser enviado à Câmara na próxima semana. A expectativa é que ele passe ser pago no início de outubro.

 

Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+