O mais acessado de Ilha Solteira!

Morre segunda paciente que estava internada no Hospital de Ilha Solteira com suspeita de H1N1

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Morreu nesta quinta-feira (24), a segunda paciente que estava internada no Hospital de Ilha Solteira, com suspeita de H1N1, que transmite a gripe suína. A mulher, que era de Pereira Barreto, tinha 84 anos.

 

Segundo o médico Emanuel Zinezi, diretor técnico do Hospital de Ilha Solteira, a paciente estava com insuficiência respiratória e uma pneumopatia grave. “Mas não é possível afirmar que seja H1N1, já que os exames feitos na paciente ainda não ficaram prontos”, disse Zinezi.

O Hospital de Ilha Solteira ainda mantêm isolados os dois primeiros pacientes da cidade com suspeita de H1N1, uma de 35 anos e outra de 60. Uma, com sintomas mais agravados, está isolada na UTI, e a outra em uma ala. Só nos últimos dias, cinco pacientes passaram pela unidade com sintomas da doença, três de Pereira Barreto. Dois morreram.

O diretor técnico do Hospital, o médico Emanuel Zinezi Rodrigues, disse que a suspeita da doença em pacientes de Ilha Solteira, coloca a população da cidade em alerta. “A preocupação aumenta. Todo mundo que estiver com falta de ar, tosse, algum sintoma diferente, deve procurar um médico”, explicou Zinezi.

O médico afirma que apesar de estar recebendo e tratando de pacientes com suspeitas de H1N1, o Hospital de Ilha Solteira não é referência no tratamento de H1N1. “Os mais próximos são Andradina e Araçatuba. Só que os pacientes chegam aqui. Mas a central de vagas não tem nos ajudado a encaminhá-los para esses locais. Então, eles acabam ficando. Mas o ideal é que, assim que confirmada a suspeita, eles já fossem encaminhados”, afirmou Zinezi.

Para tratar os pacientes que chegam, o Hospital tem adaptado sua estrutura para isolá-los e iniciar o tratamento. “Temos utilizados três isolamentos que ficam nos centros das alas e um isolamento da UTI”, disse Zinezi.

O médico afirma que a equipe do Hospital também tem tomado todos os cuidados necessários no contato com os pacientes isolados, usando máscaras e roupas adequadas. Além disso, todos já foram imunizados contra a gripe.

Vale ressaltar que dos cinco pacientes que deram entrada na unidade, nenhum teve a doença confirmada, já que os resultados dos exames ainda não ficaram prontos.


Histórico – Além das duas pacientes de Ilha Solteira, outros três de Pereira Barreto já deram entrada na unidade com sintomas de H1N1, dois foram transferidos, para Andradina e Araçatuba. Uma mulher morreu na sexta (18).

No dia 7 de fevereiro, Thomas Francisco dos Santos, de 32 anos, morreu após sentir os primeiros sintomas da doença durante uma viagem com a família para Ilha Solteira. Morador de Mirassol, a Prefeitura de lá considera o caso como “importado” daqui.

A região noroeste de São Paulo, onde está Ilha Solteira, enfrenta um surto da doença, com 131 casos da gripe confirmados. Doze já morreram só esse ano.

 

Gripe Suína: O que é? E quais os sintomas?


A gripe suína
Doença causada pelo vírus influenza H1N1 costuma afetar apenas porcos. Devido às mutações sofridas, este vírus adquiriu a capacidade de contaminar humanos.
O vírus dessa gripe veio do porco, mas não há risco de contágio pelo consumo da carne do animal. Porém, se o porco tem a gripe, ele tosse e essas secreções acabam contaminando quem lida com o animal.


Pode ser transmitida ao ser humano?
Sim, começando, em geral, por pessoas que estejam em contatos com os porcos.


Pode-se contrair a doença comendo carne de porco?
Não. A gripe é transmitida por via aérea, de pessoa para pessoa. A temperatura de cozimento (71º C) destrói os vírus e bactérias.


Quais os sintomas em pessoas?
Febre alta, letargia, falta de apetite, tosse. Os doentes ainda podem apresentar coriza, garganta seca, náusea, vômito e diarreia.


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+