ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

Qual a sua avaliação do Governo Otávio Gomes?

Ótimo - 6.5%
Bom - 11.5%
Regular - 15%
Ruim - 17.8%
Péssimo - 49.3%

Total de Votos: 400
The voting for this poll has ended ligado: 22 Jul 2018 - 00:00

Hospital e Turismo não confirmam nova picada de escorpião na “Cidade da Criança”

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Foto publicada pela mãe da criança, com uma das picadas (Foto: Reprodução/Internet)


O Hospital Regional de Ilha Solteira e a Secretaria de Turismo não confirmam que uma criança teria sido picada na “Cidade da Criança” no último domingo (10). O caso ganhou repercussão nas redes sociais, após a mãe do menor, que é da cidade de Castilho, falar sobre o caso em sua página no facebook.

 

No relato, ela afirma que o filho, que tem 4 anos, brincou no local durante todo o dia. No final da tarde, ele teria sido picado algumas vezes, mas ela não teria visto por qual animal ou inseto. Ela firma que após levar a criança para o pronto-socorro do Hospital Regional, uma médica teria tirado fotos das picadas e enviada para o médico Francisco de Assis Marinho, que está em viagem à Europa e é especialista em animais peçonhentos. No relato, a mãe diz que Assis teria afirmado que o menor teria sido picado por um escorpião.

Após tomar um soro antialérgico, a criança foi transferida para Andradina, já que no hospital de Ilha Solteira não tinha o chamado “antiescorpiônico”. Mas, lá chegando, ela não precisou receber o medicamento.

Após o relato da mãe, várias críticas foram publicadas nas redes sociais, cobrando providências em relação a presença de escorpiões na “Cidade da Criança”. No primeiro semestre, uma criança foi picada no local. Mesmo assim, o espaço continua funcionando normalmente.


Hospital – O ilhadenoticias.com procurou a administração do Hospital Regional de Ilha Solteira, que não confirmou que a criança tenha sido picada por um escorpião.

A administração informou que a mãe da criança informou não ter visto o escorpião. Por isso, no prontuário, o caso foi registrado como “picada de inseto”, sem especificar qual. Mas havia a probabilidade da picada ter sido provocada por um escorpião.

O Hospital informou que prestou o atendimento necessário e que a criança só foi transferida para tomar o soro antiescorpiônico, o que acabou não sendo necessário.


Turismo – O secretário de Turismo, Darley Barros Jr., cita que no hospital o caso foi registrado como “picada de inseto” e diz que na “Cidade da Criança” há grandes formigas grandes, não crê que um escorpião subiria na batata de uma criança para picá-la. “O escorpião é um animal rasteiro. Certamente foi uma formiga que picou a criança”, disse o secretário.

Darley também informou que nenhum funcionário que estava no local no domingo foi procurado pela família para reclamar da picada de escorpião. E fala em ação para denegrir o trabalho da pasta. “O que está rolando nas redes sociais é uma inverdade, que está atrapalhando o trabalho da Secretaria de Turismo”, afirmou o secretário.

Darley disse que, de abril até agora, mais de 13 mil pessoas passaram pela “Cidade da Criança”, sem registros de incidentes do tipo. “Estamos fazendo o que nunca foi feito no local. Tiramos os entulhos, estamos roçando até debaixo dos pinheiros, colocamos galinhas de angola. Tudo tem sido feito”, disse o secretário.

Apesar disso, Darley afirma que os pais precisam estar atentos ao levarem os filhos para brincarem na “Cidade da Criança”, para evitar qualquer tipo de acidente.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+