Anuncie - Todo mundo VÊ!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

ITESP iniciará análise topográfica para regularização das Rocinhas Familiares

Ilhadenoticias.com
Com informações da Pref. de Ilha Solteira 

 

A Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (ITESP) inicia ainda esta semana a análise da área onde estão localizadas as Rocinhas Familiares. É mais um passo para a regularização dos lotes, depois de convênio assinado entre a Prefeitura de Ilha Solteira e o ITESP.

Em audiência realizada na tarde desta segunda-feira (19), na sede da Associação Produtores das Rocinhas (APROFISA), o prefeito Otávio Gomes (DEM) e o diretor adjunto de Recursos Fundiários do ITESP, Gabriel Veiga, explicaram para os moradores as etapas, rumo à legalização das Rocinhas. “Começaremos pela análise topográfica da região. Depois, partiremos para análise de documentos e sócioeconômica dos moradores”, disse o prefeito Otávio Gomes.

A Prefeitura e o ITESP vem negociando a regularização das Rocinhas desde outubro do ano passado. Desde então, foi feito um diagnóstico da área ocupada, documento que foi junho finalizado em junho. O convênio foi assinado em julho, estabelecendo um prazo de 18 meses para a regularização. “Vamos para a regularização, não só para garantir que os proprietários recebam a escritura do imóvel, mas também infraestrutura para a região, como energia elétrica, hoje só disponível em poucos lotes”, afirmou Gomes.

Otávio, inclusive, quer começar levar infraestrutura para a região, principalmente energia elétrica, o quanto antes. Para isso, deverá se reunir com o Ministério Público para discutir a proposta. “Há um grande anseio dos moradores por energia elétrica. E queremos saber se podemos começar a fazer infraestrutura, sem ter que esperar 18 meses para isso”, afirmou Gomes.

Além das Rocinhas, a regularização também será estendida para as propriedades que ficam no entorno do Centro de Zoonozes.
Além do prefeito Otávio Gomes e do diretor Gabriel Veigas, participaram da audiência o presidente da Câmara, vereador Valdeci Ferreira Lima, e os vereadores Alberto dos Santos Jr., o Beto (PSB), Antônio Carlos da Silva, o Toninho (PT), Dalmi Guedes Jr. (PSC), Eduardo Vasconcelos (PPS), Emanuel Zinezi (DEM) e Ricardo Casagrande (PP).


Rocinhas - As Rocinhas Familiares foi um projeto social criado pela Prefeitura, há vários anos, para que famílias carentes pudessem cultivar alimentos. Não era permitido construir moradias no local. Mas, com a ausência de fiscalização, o espaço foi sendo ocupado e acabou se transformando em um bairro rural, hoje onde moram cerca de 150 pessoas.

Com a regularização, os proprietários poderiam receber a escritura do imóvel e a região poderia ser dotada de infraestrutura, o que hoje é proibido. “Com o apoio do ITESP, vamos solucionarmos esse problema. Tenho certeza que, em breve, estaremos aqui dando as escrituras para os moradores”, afirmou Gomes.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

 

Órgãos de adolescente de Ilha Solteira vítima de acidente são doados

Ilhadenoticias.com
Com informações da Rádio Caçula

Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

A família de Milena Ferreira Gechele, de 15 anos, terceira vítima do acidente que aconteceu no último (10), na Rodovia Feliciano Sales Cunha, autorizaram a doação de órgãos da adolescente. Ela morreu na manhã de quinta-feira (15), depois de cinco dias internadas em Araçatuba. O corpo foi enterrado no sábado (17), em Ilha Solteira.

Em nota, a Santa Casa de Araçatuba informou que a adolescente teve morte encefálica.
"Infelizmente, apesar dos esforços, ela não resistiu e teve morte encefálica constatada ontem (15/8), por volta de 10h, após todos os exames realizados pelo protocolo supervisionado pela Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT). A família aceitou doar os órgãos."

Ainda de acordo com a Santa Casa, foram retirados para doação o coração, fígado, rins e córneas. A feita por equipes de cirurgiões do Hospital de Base (HB) de São José do Rio Preto.

A Santa Casa informou que o nome de Milena foi divulgado como doadora, em atendimento ao desejo dos familiares. "Ainda que estejam devastados com a perda de um ente querido, entenderam que a doação de órgãos é um gesto de solidariedade cristã e a divulgação é uma forma de ampliar a divulgação sobre a importância do ato."


Doação Inédita - O fígado, rins e córneas foram encaminhados para o HB para serem transplantados em pacientes da fila de espera da Central Nacional dos Transplantes que sejam compatíveis com os fatores da doadora.

O coração, por questões de incompatibilidade, não será encaminhado ao Incor para transplante convencional e sim para o ao Banco de Tecidos Humanos de Curitiba (PR) para retirada de válvulas cardíacas para transplantes.

Cada coração beneficia dois pacientes. Trata-se de uma nova modalidade para aproveitamento de órgãos humanos que beneficiará pacientes com insuficiência cardíaca em todo o país.

O trabalho é feito através de parceria entre o Hospital de Base de São José do Rio Preto e o Banco de Tecidos Humanos de Curitiba.

Essa foi a primeira vez que um coração doado através da Santa Casa de Araçatuba será utilizado para essa finalidade.


O acidente - Segundo a Polícia Rodoviária, dois carros bateram de frente depois de um deles perder o controle da direção. Os relatos são do motorista que sobreviveu.

Ele disse que trafegava pela rodovia atrás de um caminhão, que freou bruscamente. Para não bater na traseira do caminhão, ele puxou o freio de mão, mas acabou perdendo o controle da direção e invadindo a pista contrária, batendo de frente com outro carro, onde estavam os moradores de Ilha Solteira.

Nele estavam um casal, Josiane e Edilson, a filha deles, de 14 anos, Isadora, e uma amiga dela, Milena. O pai morreu no local do acidente e a filha chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. Ambos foram enterrados no domingo (11), no cemitério de Ilha Solteira.

No veículo que invadiu a pista estavam o motorista, que foi socorrido em estado grave, e um passageiro, que ficou levemente ferido.

A mãe já teria deixado o hospital, mas não há informações sobre seu estado de saúde. Milena foi a terceira vítima do acidente.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

 

Mais de 7,5 mil eleitores ainda não fizeram a biometria em Ilha Solteira

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Mais de 7,5 mil eleitores ainda não fizeram o recadastramento biométrico em Ilha Solteira. A situação é parecida em Itapura, também sob a jurisdição do Cartório Eleitoral daqui. Dos 25 mil eleitores aptos a votar nos dois Municípios, 9 mil ainda não migraram para o novo sistema de votação.

A situação preocupa porque, apesar da biometria poder ser feita até novembro, o Cartório só abre em dias úteis (segunda à sexta-feira), salvo em casos excepcionais, como os mutirões que vem sendo realizado em alguns sábados. Além disso, ao invés de aumentar, o movimento vem diminuindo.

Para incentivar a população a migrar o quanto antes para o novo sistema de motivação, além dos Mutirões, o Cartório Eleitoral também vem fazendo algumas ações, como o “Jovem Eleitor”, que levou estudantes das escolas de Ilha Solteira para fazerem a biometria. Ações com moradores de Itapura também vem sendo realizadas. Só na sexta-feira (28), cerca de sessenta foram até o local.

Os eleitores tem até 29 de novembro deste ano para comparecerem ao Cartório Eleitoral. Além da biometria, eleitores de Ilha Solteira também estão sendo recadastrados. Isso porque, a partir de 2020, a cidade passará a ter novos locais de votação. “As escolas Léa Silva Moraes e Urubupungá não serão mais usadas como locais de votação. Ilha Solteira ganhará novos locais, na zona norte e no Jardim Aeroporto. E estamos reagrupando os eleitores. Quem vota na ABBS, e não mora na zona sul, também terá que refazer a biometria”, disse Rodrigo Fernando de Mendonça Furtado, chefe do Cartório Eleitoral de Ilha Solteira.

Vale ressaltar que quem não fizer a biometria, além de ter o título cancelado, pode ter outras implicações, como anotação de pendência pela Receita Federal junto ao CPF, constituindo – se a partir daí em outras consequências, como o impedimento para abertura de conta bancária, solicitação de empréstimo e bloqueio de conta. Também impede a obtenção de passaporte ou nova carteira de identidade, a renovação de matrícula em estabelecimento de ensino público, a inscrição para concurso público, tomar posse em cargo público e até mesmo receber vencimentos caso seja servidor público ou exerça função pública.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Homem tenta comprar veículo pela internet, cai em golpe e perde R$ 4,6 mil

Ilhadenoticias.com
Da Redação

 

Um morador da zona sul de Ilha Solteira procurou a Polícia para informar que caiu em um golpe, ao tentar comprar um carro pela internet.

 

De acordo com Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Civil, a vítima disse que através do portal Mercado Livre, ele viu um anúncio de venda de um veículo (uma caminhonete D20), feito por uma empresa. Inicialmente, ele entrou em contato com o suposto vendedor pela página e, posteriormente, continuou a negociação por um aplicativo de mensagem. O valor era de R$ 23 mil, ficando acertado que ele daria um sinal de R$ 4,6 mil, pagando o restante quando recebesse o veículo.

A vítima afirma que pagou o sinal, através de uma transferência bancária. Depois, ele não conseguiu mais contato pelo telefone indicado na negociação, percebendo que caiu em um golpe.

A Polícia investiga o caso.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Porto: Área é ocupada e, em poucas semanas, barracos viram casas de alvenaria

Ilhadenoticias.com
Da Redação

Foto tirada este final de semana mostra cada de alvenaria no local 

 

Há pouco mais de um mês, uma área onde moradores do Porto de Navegação vinham cobrando da Prefeitura a demarcação de um campo de areai para prática de futebol foi cercada, ocupada e barracos de lonas foram erguidos. Hoje (29), quem vai ao local já encontra casas de alvenaria.

 

A área ocupada não tem “dono”, já que li nem poderiam existir a maioria das construções, por estar próxima a margem do rio. Mas a fiscalização falha ao longo dos anos contribuiu para o surgimento de um pequeno bairro, não só formado por residências de pescadores, mas também de ranchos de lazer.

Há cerca de um mês, avisado por turistas e moradores, o ilhadenoticias.com esteve no local, onde registrou pelo menos três barracos de lona erguidos no local. Hoje, cerca de um mês depois, voltamos ao local e, no lugar dos barracos, há casas de alvenaria.

Há um bom tempo, moradores vinham cobrando da Prefeitura a demarcação de uma quadra de areia para a prática de futebol no local. Reuniões, inclusive, chegaram a ser feitas no Porto, mas o pedido não se concretizou.

O ilhadenoticias.com tenta conseguir a informação de quem seria a responsabilidade sobre a fiscalização de construção de moradias no local, mas até agora não houve resposta.

Vale ressaltar que o Porto de Navegação é um dos principais atrativos turísticos de Ilha Solteira e recebe um grande número e visitantes. 

Foto tirada há cerca de um mês, ainda com barracos de lona no mesmo local 


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Sub-categorias

Google+