O mais acessado!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Ilha distribuirá medicamentos para evitar agravamento do quadro em pacientes com COVID

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Entrega será feita na Farmácia Municipal, mediante receituário médico 

 

A Prefeitura de Ilha Solteira, por meio da Secretaria de Saúde, está adotando um protocolo que inclui a distribuição de diversos medicamentos, como forma de evitar o agravamento de pacientes com sintomas de Coronavírus (COVID-19) e, consequentemente, a necessidade de internação.

 

Segundo apurou o ilhadenoticias, o protocolo foi fechado na semana passada, em reunião entre a secretária de Saúde, Eliana Covre, o médico e vice-prefeito Emanuel Zinezi e médicos das USFs, PA da Gripe e pronto-socorro.

Pelo protocolo, pacientes que passarem por essas unidades com sintomas que podem ser de COVID, mesmo sem ter a doença confirmada, iniciarão um tratamento precoce, com medicamentos que serão distribuídos gratuitamente pela Prefeitura. “A distribuição desses medicamentos não será indiscriminada. Será apenas para quem apresenta sintomas de COVID e mediante prescrição médica. Ele pegará a receita, apresentará na Farmácia Municipal e terá acesso aos remédios”, explicou a secretária de Saúde, Eliana Covre.

A proposta é enfrentar as duas fases da doença com os medicamentos, a de replicação viral e a inflamatória. “É um tratamento precoce, frente aos sintomas gripais. Não estamos receitando medicamentos para evitar que a pessoa fique doente. Estamos receitando uma série de medicamentos que, juntos, tem apresentado resultados favoráveis no tratamento da COVID, evitando que as pessoas tenham complicações”, explicou o médico Emanuel Zinezi.

Para a primeira fase, serão receitados cinco medicamentos, alguns polêmicos, como Ivermectina, além de zinco e vitamina D. Já para a segunda fase, serão receitados anticoagulantes anti-inflamatórios. “É importante deixar claro que cada remédio receitado tem a sua função e que o tratamento depende do uso de todos. Não há um remédio específico que, sozinho, provoque a cura da COVID. O que existe são vários remédios que, juntos, podem evitar que o paciente evolua para um caso mais grave. O que queremos é evitar internações, evitar mortes”, afirmou Zinezi.

Emanuel também afirma que esse protocolo já vem sendo adotado em vários hospitais, apresentando resultados positivos, com redução no número de casos graves da doença e internações, além de óbitos. Ele também lembra que a criação desse protocolo não obriga nenhum paciente a tomar os medicamentos receitados.

A Secretaria de Saúde informou que ainda está comprando todos os medicamentos que foram incluídos no protocolo e a previsão é que a distribuição aconteça a partir da próxima semana. Mas o ilhadenoticias apurou que eles já vem sendo receitados nas unidades de saúde.


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

 

 

Google+