Anuncie - Todo mundo VÊ!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Ilha Solteira ainda não registrou nenhum caso, mas sarampo já atinge várias cidades da região; Vacinação continua

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

Criança é vacinada em unidade de Ilha Solteira 

 

Ilha Solteira, de acordo com a Vigilância Sanitária, ainda não registrou nenhum caso de sarampo. Mas a doença já atinge várias cidades da região. A campanha de vacinação começou na segunda, em todas as unidades de saúde, até o fim de novembro.

 

De acordo com Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado, já há casos confirmados em várias cidades da região, como Andradina (1), Castilho (1) e Pereira Barreto (1). No estado, já são mais de 5 mil casos, a maioria na capital (56%). O sarampo é uma doença viral aguda altamente transmissível por fala, tosse ou espirro e por via aérea.

São Paulo segue vacinando contra o sarampo bebês com idade entre 6 meses e 1 ano, conforme recomendado pelo Ministério da Saúde. A faixa etária é considerada mais vulnerável a casos graves e óbitos, e representa cerca de 13% do total de casos registrados no estado. Além do sarampo, a vacina tríplice viral protege contra rubéola e caxumba.

A aplicação da chamada “dose zero” visa proteger as crianças e não será contabilizada no calendário nacional de vacinação da criança, ou seja, os pais ou responsáveis também deverão levar as crianças aos postos para receber a tríplice viral aos 12 meses e também aos 15 meses para aplicação do reforço com a tetraviral, que protege também contra varicela.

Crianças e adultos, com idade entre um ano a 29 anos, devem ter duas doses da vacina contra o sarampo. Acima desta faixa, até 59 anos, é preciso ter uma dose. Não há indicação para pessoas com mais de 60 anos, pois esse público potencialmente teve contato com o vírus, no passado.


Campanha – A vacina está sendo aplicada em todas as unidades de saúde de Ilha Solteira.

Dois grupos de pessoas estão no alvo da a ação. O primeiro é formado por crianças de seis meses até menores de 5 anos, cuja a vacinação vai até 25 de outubro, com o Dia D no dia 19. O segundo, com faixa etária de 20 a 29 anos e que não estão com a caderneta de imunização em dia, a vacinação está prevista para iniciar no dia 18 de novembro.

Apesar da faixa etária de 20 a 29 anos concentrar a maior parte desses brasileiros (35%), são os menores de 5 anos o grupo mais suscetível para complicações do sarampo.

O sarampo é uma doença viral aguda altamente transmissível. Ele pode dar complicações, como otite média aguda, pneumonia bacteriana, laringite e laringotraqueíte, doenças cardíacas, e até matar. Seus sintomas são febre alta, mal-estar, coriza, conjuntivite, tosse e falta de apetite. Depois aparecem manchas vermelhas na pele, que são a maior característica da doença.

 

Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+