ilhadenotícias - #anuncie!
whatsapp

(18) 99132.5461

Para você, onde e como deve ser o Carnaval Popular de Ilha Solteira?

No Clube SEIS, com marchinhas - 5.6%
Na Praça, com todos os estilos musicais - 71.4%
No Clube SEIS, com todos os estilos musicais - 9.9%
Na Praça, com marchinhas - 13.2%

Total de Votos: 304
The voting for this poll has ended ligado: 27 Jan 2018 - 00:00

Morador encontra escorpião em casa do Passeio Lapa

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Um morador encontrou um escorpião em sua casa, no Passeio Lapa, na zona sul de Ilha Solteira.

De acordo com o morador, o escorpião foi localizado em um dos quartos da residência. “É o quarto do meu irmão, que vem para casa nos finais de semana e tem um filho recém-nascido”, disse o morador. 

O tipo encontrado na casa é do preto, comum na cidade, mas que não é tão perigoso como o amarelo, cujo veneno pode matar. Sua picada é bastante dolorida, sendo necessário também a aplicação de soro.

Vale ressaltar que o Passeio Lapa fica ao lado da Cidade da Criança, onde já foram encontrados escorpiões.

 

Escorpiões - Escorpiões se alojam, geralmente, em locais com acúmulo de madeiras, entulhos, tijolos e folhagens. “E isso, muitas vezes, está no quintal, na frente de uma casa. Por isso, é importante limpar para evitar a proliferação de escorpiões. Existem escorpiões na cidade inteira, mas são nesses locais que eles se alojam”, informou a Vigilância Sanitária.

Manter caixas de gordura, ralos internos e externos bem vedados pode evitar a passagem de escorpiões que transitam na rede de esgoto. Também é importante sacudir roupas e sapatos antes de utilizá-los para evitar acidentes.

Em caso de picada por escorpião, procurar imediatamente orientação médica para avaliar a necessidade de tratamento do acidente.


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Carnailha garante recursos para entidade que cuida de animais

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

O Carnailha, organizado pela Batera do Inferno e considerado o maior carnaval universitário do país, não movimentou apenas os setores hoteleiro e gastronômico de Ilha Solteira. A Toca dos Gatos, que cuida de gatos em situação de risco, aproveitou o evento para arrecadar recursos.

 

Durante os cinco dias de festa, a entidade manteve uma barraca na Praça de Alimentação montada na praia, onde comercializou churrasquinho. E o movimento foi grande durante todo o carnaval. “O trabalho foi puxado, pouquíssimas horas de sono. Mas foi compensador, pois conseguimos recursos para poder alimentar a galerinha”, disse Michele Peres, uma das coordenadoras da Toca dos Gatos.

O valor arrecadado não foi divulgado, mas a entidade informou que a quantidade será suficiente para manter o abrigo por cerca de dois meses. “Agradecemos a Batera pela oportunidade de poder trabalhar em prol dos animais e ainda podermos atender o pessoal que estava participando do Carnailha”, afirmou Michele.

 


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

 

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Homem preso em Ilha Solteira já teria estuprado outras crianças

Ilhadenoticias.com
Com informações da Folha da Região

Foto publicada pela Folha da Região mostra G. preso em 2001 (Foto: Folha da Região)

 

Reportagem do jornal Folha da Região, de Araçatuba, revela que G. A. M., de 52 anos, preso nesta terça-feira (20) acusado de estuprar um menino de cinco anos, já teria estuprado várias crianças.

 

A reportagem, de 2001, mostra que a Polícia Civil e o Conselho Tutelar de Avanhandava tinham 12 nomes de crianças que foram vítimas de G. No entanto, ele teria declarado que também manteve relações sexuais com outras cinco.

Na época, ele chegou a ficar preso em Penápolis e Avanhandava, sendo transferido para outro lugar não informado, já que ele corria o risco de morrer. Isso porque os detentos não aceitam casos de violência sexual contra mulheres e crianças.


A matéria completa da Folha da Região pode ser acessada aqui


http://jornalvirtual.folhadaregiao.com.br/arquivo/2001/02/08/cida01.php


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome

 

O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+