O Mais Acessado!!
whatsapp

(18) 99132.5461

A saída dos médicos cubanos está comprometendo o atendimento nas Unidades de Saúde de Ilha Solteira?

Sim - 58.9%
Não - 41.1%

Total de Votos: 56
The voting for this poll has ended ligado: 30 Nov 2018 - 00:00

Alunos do Urubupungá buscam apoio para participarem da Mostra Brasileira de Foguetes

Douglas Cossi Fagundes
Da Redação

 

Após cumprirem a etapa local da Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG), alunos da escola Urubupungá buscam, agora, apoio para participarem da fase nacional, que acontece em outubro, na cidade de Barra do Piraí, no Rio de Janeiro. O Urubupungá foi a única escola da região classificada.

 

A Mostra Brasileira de Foguetes é uma olimpíada inteiramente experimental, pois consiste em construir e lançar, verticalmente, foguetes, a partir de uma base de lançamento, o mais distante possível. Foguetes e bases de lançamentos devem ser construídos por alunos individualmente ou em equipe.

O foguete foi construído a partir de duas ou mais garrafas pets de qualquer volume, presa à uma base de lançamento também presa no chão, tendo como combustível somente a mistura, em qualquer proporção, de vinagre com concentração de 4% de ácido acético e bicarbonato de sódio (puro ou contido no fermento em pó). A reação química entre o vinagre e o bicarbonato de sódio deve ocorrer principalmente dentro do foguete e não na base de lançamento.

Na escola Urubupungá, o trabalho foi supervisionado pela professora Ingrid Daniele de Queiroz Valverde e coordenado pela professora Larissa Cardoso de Lima, com apoio da direção da escola (diretora Sônia Marta, vice Sarita Payá e PCA Raiane Piacente). Os alunos Guilherme Modesto Gomes, Phelipe Henrique Alves e Lucas Fernandes Lira de Souza, com o apoio dos bolsistas Guilherme Lameirão e Victor Hugo Almeida, levaram dois meses para construir o foguete. “O objetivo era atingir, no mínimo, cem metros, para garantir a classificação para a fase nacional da Mostra. E o dos nossos alunos chegou a 117 metros”, disse a professora Ingrid Daniele.


Viagem – Com a classificação garantida, os alunos, agora, tentam arrecadar recursos para bancar a viagem para o Rio de Janeiro. Eles já fizeram uma pedágio, vão fazer uma rifa e lançaram uma “vaquinha online”, que pode ser acessada clicando aqui.

De acordo com a professora Ingrid, seis pessoas devem ir ao Rio de Janeiro em outubro, ao custo de R$ 1,5 mil cada. “A meta é arrecadar R$ 9 mil para que possamos fazer essa viagem”, explicou a professora.

 


Siga o ilhadenotícias.com no Facebook clicando aqui e aqui, no Instagram aqui, no youtube aqui e no twitter aqui


Receba notícias de Ilha Solteira pelo Whatsapp

Quer receber notícias no seu celular sem pagar nada? 1) adicione este número à agenda do seu telefone: 18 99132-5461; 2) envie uma mensagem para este número por WhatsApp, informando seu nome


O www.ilhadenoticias.com não autoriza a reprodução parcial ou integral deste texto

Os comentários postados neste texto são de inteira responsabilidade do seu autor, já que estão diretamente ligados a sua conta no facebook

Google+